Logo SZ seu lugar fora de casa

Regras para hóspedes: garantindo o conforto de todos

Quando se trata de hospedagem, seja em hotéis, pousadas ou até mesmo em residências particulares por meio de plataformas como Airbnb e Booking, é fundamental estabelecer regras claras e bem definidas. As normas para hóspedes desempenham um papel fundamental na garantia do conforto e bem-estar de todos os envolvidos, sejam eles os próprios viajantes ou os anfitriões. 

A importância de ter regras estabelecidas é evidente: elas fornecem diretrizes e expectativas claras para os hóspedes, ajudando a evitar mal-entendidos e potenciais conflitos durante a estada. Além disso, as normas também auxiliam os anfitriões na proteção de seu espaço, pertences e na manutenção de um ambiente seguro para todos. 

Mas como fazer com que as regras sejam cumpridas? A comunicação efetiva desempenha um papel central nesse processo. É essencial que as normas sejam comunicadas de forma clara e antecipada, seja por meio de uma lista impressa na acomodação, um arquivo digital enviado por e-mail ou até mesmo na descrição de anúncios em plataformas de hospedagem, onde os hóspedes podem ler e aceitar as regras antes de confirmar a reserva. 

Quando as regras são desrespeitadas, é importante agir de forma adequada. Os anfitriões devem estar preparados para lidar com situações em que as normas são violadas. Isso pode envolver desde conversas amigáveis e lembretes sutis até medidas mais enérgicas, como a rescisão do contrato de hospedagem. 

Existem várias regras que os anfitriões podem implementar para garantir a harmonia entre os hóspedes e a preservação da propriedade. Alguns exemplos comuns incluem restrições de ruído durante determinados horários, proibição de fumar, políticas de animais de estimação, regras de uso da cozinha e áreas comuns, entre outras. 

Definir essas regras em diferentes plataformas se tornou mais fácil nos últimos anos. Muitos recursos específicos são disponibilizados para que os anfitriões possam estabelecer e comunicar suas regras de forma clara e acessível. É possível criar perfis detalhados, adicionar descrições e fotos, além de destacar as normas de convivência e comportamento esperadas dos hóspedes. 

Todas as regras para hóspedes são essenciais para garantir o conforto de todos os envolvidos. Elas ajudam a prevenir conflitos, manter a segurança e promover uma experiência positiva para ambas as partes. Ao estabelecer e comunicar essas normas de forma clara, tanto os anfitriões quanto os viajantes podem desfrutar de uma estada agradável e tranquila. 

Bom, mas será que não existem regras que são subentendidas? O hóspede não deveria ter “bom senso” para utilizar o espaço? Esses são alguns dos questionamentos que talvez você tenha feito até aqui. 

Por isso, vamos te explicar tudo sobre a importância de estabeceler normas para a sua hospedagem e como realizar a gestão das mesmas. Vamos lá!

Definir regras do imóvel é realmente necessário?

A definição de regras do imóvel é necessária e altamente recomendada! Embora possa parecer desnecessário ou restritivo, estabelecer regras claras e bem definidas traz benefícios significativos tanto para os proprietários quanto para os ocupantes. 

Quando regras são estabelecidas, o anfitrião pode garantir a proteção da propriedade, a segurança e bem-estar dos ocupantes do imóvel, convivência harmoniosa, expectativas claras e, no caso de locações a longo prazo, a responsabilidade legal

Imagine que a sua acomodação esteja localizada em um condomínio vertical, onde existem normas a respeito de ruídos. Caso você não estabeleça uma regra clara sobre o horário de silêncio, os hóspedes podem acabar perturbando os vizinhos acidentalmente e um conflito pode surgir a partir daí. 

Aliás, existem muitos condomínios que proíbem aluguel de temporada. Por isso, lembre-se de conferir as regras de onde você mora antes de anunciar o seu imóvel para locação!

Agora, vamos imaginar que você aceita animais na sua acomodação. Porém, apenas cachorros de pequeno porte. Se isso não estiver claro no anúncio da hospedagem, pode ser que um hóspede apareça com um golden retriever, não um lulu da pomerânia. Podemos dizer que seria, no mínimo, uma situação desconfortável. 

Uma das situações que também pode acontecer é a chegada de visitantes inesperados no imóvel. Se o anfitrião deixa claro que não é permitida a entrada de convidados além do hóspede, isso ajuda a evitar conflitos decorrentes de hóspedes que acabam levando pessoas desconhecidas para a acomodação.

Deu para entender a importância de definir regras do imóvel, né? Porém, como garantir que os hóspedes cumpram essas normas? É o que falaremos no próximo tópico. Confira!

Como garantir que hóspedes cumpram regras?

Olha, não sei quanto a você, mas para a grande maioria das pessoas, quando falamos em regras o que vem à mente é burocracia. Mas não é bem assim!

Pode ser um desafio garantir o cumprimento das regras por parte dos hóspedes, mas existem algumas medidas que os anfitriões podem adotar para incentivar o cumprimento das regras

Antes de tudo, é necessário ter um cuidado com a comunicação! Tenha certeza de que as regras são comunicadas de forma clara e explícita. Você pode incluir as regras em um manual de boas-vindas, em um contrato de locação, no anúncio da acomodação em plataformas de aluguel por temporada ou até mesmo em uma lista visível na propriedade. 

Lembre-se de explicar as razões por trás das regras e os benefícios que elas proporcionam a todos os ocupantes. Assim, você pode até se aproximar do hóspede e mostrar para ele que as normas são maneiras de cuidar do bem-estar dele também!

Uma outra forma de garantir o cumprimento das regras por parte dos hóspedes é destacar as consequências, caso as normas sejam desrespeitadas. Isso pode incluir desde advertências verbais e lembretes sutis até a rescisão do contrato de hospedagem e a solicitação de saída imediata. 

Quando você destaca as consequências, os hóspedes entendem a seriedade de cumprir as normas. Com isso, são incentivados a seguir todas as regras. 

Você também deve estabelecer uma boa relação com os hóspedes, criando um ambiente acolhedor e amigável desde o início. Assim, eles estarão mais inclinados a respeitar as regras. Não se esqueça de estar sempre disponível para responder a quaisquer perguntas ou preocupações que os hóspedes possam ter e seja um exemplo de comportamento adequado durante a estada!

O incentivo ao cumprimento de normas também pode ser feito de uma forma que fidelize os hóspedes. Você pode permitir upgrades e até mesmo descontos para estadas futuras! 

E, por último, lembre-se de monitorar o que acontece na propriedade. Caso você não more no espaço para locação, se acordado com o hóspede, faça visitas periódicas ou utilize câmeras de segurança para garantir que as regras estejam sendo seguidas. 

Obviamente, você não vai espalhar câmeras pelo ambiente interno da acomodação. No entanto, dispositivos de monitoramentos externos podem ser uma alternativa para monitorar o que acontece no espaço. Se perceber algum desrespeito às regras, aborde a situação e tome as medidas necessárias para resolver o problema. 

Tenha em mente que nem sempre é possível garantir o cumprimento total das regras, mas ao adotar essas medidas, você aumenta as chances de que os hóspedes as respeitem. Com isso, é criado um ambiente harmonioso para todos!

O que fazer quando hóspedes desrespeitam regras?

Quando os hóspedes desrespeitam as regras estabelecidas, é importante agir de forma adequada e rápida para lidar com a situação. Veja as principais medidas que você deve aplicar:

  1. Comunique-se: Aborde prontamente a situação com os hóspedes de maneira calma e respeitosa para expressar suas preocupações e lembrá-los das regras estabelecidas. Às vezes, os hóspedes podem não estar cientes de que estão violando as normas, e uma conversa pode resolver o problema. 
  1. Dê um lembrete por escrito: Se o desrespeito às regras persistir, deixe um lembrete por escrito, como um e-mail ou uma mensagem por WhatsApp, reforçando as regras e destacando as violações observadas. Isso ajuda a documentar a situação e mostra aos hóspedes que você está levando a questão a sério. 
  1. Aplique medidas disciplinares: Caso a comunicação e o lembrete não funcionem, é hora de aplicar medidas disciplinares. Isso inclui advertências formais, multas ou até mesmo a rescisão do contrato de hospedagem. Tenha certeza de que essas medidas estejam alinhadas com as políticas legais e contratuais aplicáveis, ok?
  1. Considere a mediação: Em casos mais complexos ou quando a situação envolve conflitos entre os hóspedes, pode ser útil considerar a mediação. Um mediador imparcial pode ajudar a facilitar a comunicação entre as partes envolvidas e encontrar soluções que atendam a ambas as partes. 
  1. Encerre a hospedagem antecipadamente: Naqueles casos extremos, quando as violações são graves ou persistentes e representam um risco para a propriedade ou para a segurança dos outros ocupantes, a saída é encerrar a hospedagem antes do previsto. Consulte as leis e regulamentos locais e siga os procedimentos adequados para garantir uma rescisão justa e legal do contrato. 

Sempre documente todas as violações e as medidas tomadas para lidar com elas. Isso pode ser útil caso você precise justificar suas ações posteriormente. Além disso, mantenha uma comunicação aberta com os hóspedes e esteja disposto a ouvir suas preocupações, caso eles tenham alguma. 

Lidar com hóspedes que desrespeitam as regras pode ser desafiador, mas ao agir de forma firme e consistente, um ambiente seguro e respeitoso será criado para todos os ocupantes da propriedade! 

Exemplos de regras para hóspedes

Diversas regras básicas, que são amplamente aceitas em qualquer hospedagem, podem ser aplicadas na sua acomodação. Selecionamos as principais entre os anfitriões. Confira! 

Horário de silêncio

Estabeleça um horário em que o ruído deve ser reduzido para garantir o descanso e o conforto de todos os ocupantes da propriedade!

Proibição de festas ou eventos 

Defina se são ou não permitidas festas, eventos ou reuniões que possam perturbar outros hóspedes ou causar danos à propriedade.

Limite de ocupação

Esclareça o número máximo de pessoas permitidas na acomodação, levando em consideração a capacidade de acomodação e as restrições legais ou regulamentares.

Proibição de fumar

Deixe claro se é permitido ou não fumar dentro da propriedade, incluindo áreas internas e externas, de acordo com as leis e regulamentos locais. 

Uso adequado das instalações

Estabeleça regras para o uso adequado das instalações, como piscina, academia, churrasqueira, entre outras, incluindo horários de funcionamento, cuidados com a limpeza e respeito às regras de segurança. 

Política de animais de estimação

Defina se animais de estimação são permitidos, quais são as restrições (como tamanho e espécie) e se há taxas adicionais ou regras específicas para sua estada. 

Cuidado com a propriedade

Solicite aos hóspedes que cuidem da propriedade durante a estada, evitando danos, mantendo a limpeza e respeitando a decoração e os itens fornecidos. 

Horário de check-in e check-out

Firme horários específicos para o check-in e check-out, a fim de coordenar a chegada e a partida dos hóspedes e garanta a preparação adequada da acomodação. 

Respeito aos vizinhos

Peça aos hóspedes que sejam respeitosos com os vizinhos, evitando ruídos excessivos, estacionamento inadequado ou qualquer comportamento perturbador. 

Normas específicas

Muitas regras de senso comum podem ser aplicadas na sua hospedagem, mas também é possível estabelecer normas específicas. Para te ajudar a definir as condições exclusivas para uso da sua acomodação, separamos alguns exemplos que podem te inspirar. Acompanhe!

Organização da casa

Regras para hospedes

Taxa de Serviço

Desistência após entrada

Como definir regras no Airbnb?

Definir regras no Airbnb é uma prática comum para estabelecer expectativas claras e garantir uma experiência positiva tanto para os anfitriões quanto para os hóspedes. Aqui estão algumas etapas para te ajudar:

  1. Acesse sua conta do Airbnb: Faça login pelo site ou aplicativo.
  2. Clique em “Editar Anúncio”: Navegue até a página do seu anúncio e procure a opção que permita fazer alterações nas configurações.
  3. Seção “Regras da Casa”: Essa seção permite que você adicione e personalize suas regras. Clique nela!
  4. Identifique suas regras: Pense nas normas que você deseja estabelecer para seus hóspedes, como proibição de fumar, animais de estimação, festas e eventos, etc.
  5. Descreva as regras: Após identificá-las, escreva todas de forma clara e concisa na seção apropriada. Lembre-se de utilizar uma linguagem amigável, mas ao mesmo tempo direta, para evitar ambiguidades.
  6. Salve as alterações: Depois de adicionar as regras, revise todas com cuidado para garantir que estejam corretas e transmitam claramente suas expectativas. Em seguida, salve as alterações.

Ao definir regras, é importante ser realista e razoável. Revisite as normas periodicamente para garantir que estejam atualizadas e reflitam suas necessidades e preferências como anfitrião!

Como definir regras no Booking?

No Booking.com, você pode definir regras específicas para os hóspedes ao criar sua propriedade e configurar as políticas de reserva. Confira as etapas para definir regras na plataforma:

  1. Acesse sua conta do Booking.com: Faça login na sua conta pelo site ou aplicativo. 
  2. Acesse suas propriedades: Navegue até a seção “Propriedades” ou “Acomodações” para visualizar a lista das suas propriedades cadastradas. 
  3. Escolha a propriedade: Selecione a acomodação específica para a qual você quer definir as regras. 
  4. Encontre a seção “Políticas”: Dentro da página da propriedade, procure essa seção, onde você pode definir regras e políticas específicas. 
  5. Identifique as regras: Pense nas regras que você quer estabelecer para seus hóspedes, como horário de check-in e check-out, número máximo de hóspedes, política de cancelamento, etc.
  6. Descreva as regras: Escreva todas de forma clara na seção apropriada. Capriche na linguagem, pois você não quer causar falhas na comunicação.
  7. Salve as alterações: Depois de fazer tudo isso, revise as normas e salve as alterações para aplicar as regras à sua acomodação. 

Lembre-se que o Booking.com possui suas próprias políticas e diretrizes para anfitriões, portanto, verifique as informações atualizadas no site ou entre em contato com o suporte da plataforma para obter assistência adicional na definição de regras específicas.

Bom, agora que você já está por dentro de tudo sobre as regras para hóspedes, que tal começar a definir suas próprias regras? Seja você um anfitrião do Airbnb ou Booking, é importante sempre deixar claras todas as normas da sua acomodação para garantir o bem-estar de todas as partes. 

Uma comunicação assertiva é um dos principais pilares para uma hospedagem de sucesso. Por isso, capriche na hora de definir, aplicar e esclarecer as normas da sua acomodação, tá bem?

Comece agora mesmo a definir suas regras e atrair cada vez mais hóspedes! E, em caso de dúvidas, pode contar com a gente.

Post recentes